segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Sabe O Que Fazer Quando Seus Sonhos Vão Por Água Abaixo Literalmente? Dance!

Aí eu soube que o Dangerous Muse se apresentou no clube Glória em São Paulo... só dois dias depois da apresentação. E deu aquela vontade básica de morrer. Ainda mais porque eles deram LP’s de graça pra um monte de gente que não sabe nem dizer “the book is on the table”, se jogaram na pista bêbados depois da apresentação e (reza a lenda urbana pós-show) não fizeram carão nenhum. Gramour total! E eu perdi tudo.
Madonna que se foda, Dangerous Muse no Brasil foi o show do ano. Já nesse final de semana eu me deparo apenas com chuva, tempo nublado, e falta de ingressos individuais para o Baile do Hawai que eu estava jurando que iria desde o ano passado... Sim, esse é um daqueles posts com tom de revoltado.
A propósito, falando em chuvas, eu estou desde maio desse ano planejando minhas férias (que começarão no carnaval do ano que vem), e todos meus planos estavam focados em... Florianópolis!
E quando eu digo que Deus é um cara irônico poucas pessoas acreditam. Tragédias a parte, eu me solidarizo muito com as vítimas, mas tudo ainda parece tão irreal, o Brasil é um país tão grande, gigante, fica difícil entender que aquilo esteja acontecendo com o vizinho de baixo, parece uma coisa tão O Dia Depois de Amanhã.

E engraçado que quando eu falo dos meus fatores que levaram a escolher Floripa como destino do meu carnaval as pessoas acham um pouco estranho. Não foi só praia, ferveção e gente bonita que me fez escolher a cidade como destino, há muitas outras opções assim. No carnaval do ano passado, o clube The Week deixou de ser de verão por lá e abriu suas portas definitivamente, pra abertura eles chamaram o DJ israelense Offer Nissim, um dos maiores nomes da eletro music da atualidade, responsável pelo sucesso mundial daquela musica chata da Maya, Alone, lógico que o resto do trabalho dele é algo muito superior, como Beatiful Eyes e Happy People. Um outro clube contratou David Guetta, outro DJ que eu sou muito fã. Caralho, no carnaval, dominado geralmente por axé, você ver uma capital bastante animada e cada dia mais famosa pelo seu turismo valorizar a musica eletrônica, é de dar vontade de correr pra lá.


Nazarian tava dizendo que ia passar o Reveillon dele em Floripa nem que tivesse que chegar lá a nado, e eu já botei na minha cabeça que vou curtir o carnaval em Florianópolis nem que eu tenha que passar por lama. Falando em Santiago Nazarian (sim, de novo), ele tava falando da primeira seleção do Prêmio Sesc de Literatura. “Devo confessar que foi constrangedor ler TANTA COISA RUIM, mas ao mesmo tempo foi lindo descobrir, no meio do lixo, quatro autores de verdade, ótimos, que merecem os três o primeiro lugar”, palavras dele. Como eu estou participando do prêmio, não sei se deveria me sentir nervoso por fazer parte do TANTA COISA RUIM, ou dos quatro autores ótimos (esperança é a última que morre, não?). Enfim, o resultado do prêmio sai só no começo do ano que vem, antes eu não estava aguardando anciosamente, até esqueci, agora fiquei na expectativa de vez. Quem é amigo torce, ok? Quem não é amigo torce também!

Com o fim de ano eu dei um tempo em tudo com relação a cultura. Eu sei, é quase um suicídio do lóbulo frontal esquerdo do cérebro dizer isso, mas as próprias coisas andam meio paradas. O cinema anda sem graça, a música em 2008 se mostrou decpcionante, o Obama foi eleito, a crise mundial colocou o capitalismo em cheque, quem comprou carro comprou, quem não comprou se fudeu e o Natal ta aí. Época de dar e receber... presentes.

Aliás, se um dia eu for pai (bate na madeira três vezes) meu filho nunca vai sentar no colo de Papai Noel. Pensa comigo gente, um velhinho, que vive isolado, aparece numa época estrondosa e seduz criancinhas oferecendo presentes e doces, em troca coloca-as no seu colo e pergunta se eles foram “bons meninos”. Eu sempre tive certeza que Papai Noel só havia contratado duendes para sua empresa de brinquedos porque a estatura dos duendes o mantém inerte em pensamentos libidinosos o ano inteiro, até o Natal. O pior é que com esse negócio de presentes e bom velhinho as crianças acham que Papai Noel e Deus são tudo a mesma coisa.

Aliás, comprei mega antecipado o presente de todas as mulheres lá de casa e como eu sei que elas não freqüentam esse blog, aí vai a dica pra você presentear uma mulher importante também (importante e moderna claro):

Aproveitei e já me dei de presente os dois livros de Calvin e Haroldo que faltavam a minha coleção. O Natal faz com que eu me sinta uma pessoa melhor. Até trabalhar no hospital ta sendo menos torturante.

Demais, ando escutando Mystery Jets. Uns ingleses com jeito descoladão, as vezes parecem só gays, outras só drogados, mas eu acho que eles são os dois. O som me parece bem oitentista, acho que é por isso que eu gostei, a moda é ser retrô, não?

Mas de fato, isso não faz meu estilo. Se prender ao passado culturalmente. As pessoas dizem que os anos 80 foram os ápices culturais da história, e por diversas vezes eu ouvi pessoas da minha idade querendo ter nascido nos anos 80. Eu não, ser dinâmico e assimilar coisas, amando-as e descartando-as em seguida é meu ponto forte com relação a ícones pops. Assim como a música eletrônica, que você pode cantar e dançar loucamente num dia, para que no seguinte, ela seja simplesmente substituída por outra batida. Acho que essa é a maior vantagem e desvantagem da musica eletrônica, a capacidade de chegar ao topo e descer ladeira abaixo tão rápido quanto uma descida de montanha russa. Mas claro, a descida de montanha russa so é rápida pra quem está olhando e curtindo de fora, nunca pra quem está dentro do carrinho.

15 comentários:

Menina de óculos disse...

Venho por meio desta derramar lágrimas fúcsias porque fiz a pequena constatação de que meu nominho LRPS nunca foi citado aqui neste brogg...eu tô sofrendo demais...

Até o Fred, o mijo, a Lapa, a banda que eu nunca ouvi falar, o hospital, o sol, a luz, o ar são citados constantemente, mas eu....NUNCA!!! (sim, este é um coment sofrido)

E quanto a Floripa...menino...tu vai comer lama adoidado hein...mas eu tô na torcida pelo teu carnaval...me leva???kkkkkk


xeross

Pollyana Dourado disse...

Genteeeeeee...E eu ainda me sentia "A DEPRESSIVA" da sala, mas você me superou heim amigo...
Pense pelo lado positivo... Passamos 2 semanas nos matando nos seminários e provas da vida. Daí tivemos alguns dias de descanso( quinta,sexta,sábado e domingo). E agora temos em 1 só dia uma prova, uma apresentação e a entrega de um artigo científico...Olha que coisa linda e cheia de graça!!!!!
hauhauhau
Pense pelo lado positivo( e isso faz juz ao meu nome), depois do dia 19 estamos com passagens pagas para o paraíso, poderemos badalar, paquerar, cinema, festinhas da galera, entre outras coicitas interessantes... Tudo é uma questão de ponto de vista Muh...
Mas olha eu te digo o Sul é bom até quando tá chovendo... hauhauhauhau
Aproveita amigo, vai ser perfeita as suas férias, principalmente porque vc não vai me ver...Olha só que coisa boa!!!!!
hauhauhau
Deixa de ser dramático porque eu deveria ter me jogado da ponte por não ter conseguido comprar ingresso para ir ao baile do havay depois de ter comprado todos os equipamentos...
:S
E se conforme com os "pseudo cults" acreanos beiêêê
hauhaiuhauhauhauhau
I love you meu negooooo!!!!!
:D

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Hahaha...olha quem ta aqui?
Tava com saudade?
Uhahuahuah
Acabei de reinaugurarrr la
Te esperoo
;)

Álefe Souza disse...

A Pollyana tem razão! tudo poderia ser pior! Daqui pro Carnaval, Floripa tá sequinha denovo!! Menino antenado com o mundo hem? Nunca ouvi falar dessas pessoas famosas todas que vc citou... Ou será que sou eu quem sou "fora do ar"???

Xerim, Samuel!! Ahh, valeu pelo coment. Realmente poderia ter sido pior!!!! Hehehehehe!!

Bjuuuusss

Mike disse...

Hauhauhauhaua eu nasci nos 80!!!

Daniela Andrade disse...

Putz, Samuel, Sex and the City não!

Lara disse...

Que post grande, nem lí tudo, confesso. Mas Sexy and City não cara. Eu pensei que fosse mais legal antes de assistir o filme...
beijo

Thiago da Hora Souza disse...

Tá, você comprou uma das coisas que eu mais pensei em lhe dar de presente, livros do Calvin e Haroldo. Obrigado! ¬¬

...vdj... disse...

Texto bom... só não gostei do comentário "música chata da Maya, Alone". Até porque a música era cult e tocava em poucos clubs, quando foi lançada no início de 2005, muito antes de virar hit (e eu ja tinha ela [há!]).

Aqui no Acre, como tudo é atrasado, ela só "estourou" nesse ano. Pode até ser chata porque virou pop demais, mas não desmerece o trabalho dele, pois foi com ela (Maya cantando Alone) que ele se tornou um fenômeno mundial com um estilo próprio dentro do eletrohouse.

[]'s
.
.
.

Suellen Verçosa disse...

Haaaaaa...
Enquanto mais da metade das pessoas que eu conheço odeiam o natal, encontrei enfim alguém que é como eu, que fica feliz com o espírito natalino, que trabalha mais e nem reclama! E particularmente estou contente apenas com a possibilidade de ganhar um presentão da mamãe (minha passagem para alguns dias de liberdade no carnaval tb..hauahuah).

*.*

Ai...como eu sou fácil de se iludir!

=P

Bjus Muzinho querido!

Thiago da Hora Souza disse...

Ahhh, agora sim eu posso dizer que torcerei por você. Sem saber o motivo não tem como torcer, né?

E favor estar arrumando o estilo de música do Offer Nissim. É House Music, e não Eletro, como você disse.

A Maya não é chata! Sou coiso! ¬¬

Kamilla disse...

Vou torcer duplamente p/ vc, q o seu carnaval em Floripa dê tudo certo e q vc ganhe o concuro de literatura!

O seringueiro Voador disse...

Estamos de volta aos texto fracos e chatos.

nem terminei de ler...

Sol! disse...

Thiago vc é muito chato!

pronto, agora vamos ao comentário!

Eu nasci nos anos 80;

Queria mto ganhar o Box com todas as temporadas do sex and the city, mas o big já me deu um bikini fio dental;

Também sempre achei o Papai Noel suspeito...

Bjos saudosos

Bryce disse...

1° Eu não odeio o natal, eu odeio o que o natal faz com as pessoas.

2° Eu nasci nos anos 80.

3° Eu dei o box do Sex and the City pra minha namorada.

4° Espero que sejam as melhores férias ever pra vc.

5° Não tenho dúvidas que vc está entre os 4 autores de verdade.

6° O papai noel é um babaca.

7° Eu gosto do número 7 x)