segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Frustrações de Natal e Como Me Tornei Fútil Por Um Momento

Fim do ano. Época de levantar as mãos pro céu, dar graças e agradecer imensamente ao salvador... o décimo terceiro salário. Então, eu tava fazendo cálculos e cálculos sobre o quanto eu receberia de décimo terceiro. E depois de resgatar juros, calcular a CPMF (tomou no cu Lula), alíquotas do banco, taxa do papelzinho do extrato bancário e descontando aqueles vales-troco de papel ridículos de 10 centavos, eu vou ficar com (tã tã tã), 50 reais. To rico.

O Natal é um período que surta com o meu cérebro. Eu viro a pessoa mais consumista do mundo (espírito natalino morreu faz tempo, é época de dar e receber... presentes). Eu quero comprar tanta coisa que até agora não entendo como eu ainda não cai na real e me lembrei que eu não passo de um funcionário público badeko que ganha uma mixaria e que não pode mais pedir dinheiro pra mamãe porque ela acha que agora que eu trabalho eu posso comprar tudo o que eu quero. Eu mal consigo comprar meus passes de ônibus. Família é dose, eles dizem que tão pra tudo que a gente precisar e no fim das contas no primeiro emprego que a gente arranja, eles só não nos chutam pra fora de casa porque ajudamos com as contas (mentira, só pago a internet porque é quase só eu que uso. É, eu gosto de fazer drama).

Enfim, eu já quis de quase de tudo nesse Natal. Comecei com o meu desejo enorme de ter meu notebook fodaço que roda-se Windows Vista e tivesse Wi-fii, pra que em aeroportos internacionais eu me sentisse o cara. Acho tão chic esse povo cool que usa notebook no aeroporto (políticos e homens barrigudos de negócios não contam). Mas, esse é o Desejo-de-Natal-Escorrendo-Pelo-Ralo Nº1. Depois eu quis um Nintendo Wii, pra brincar de Star Wars fingindo que o controle é um sabre de luz e correndo todos os riscos de na empolgação joga-lo na TV e ver a caixinha mágica quebrar e pegar fogo. Mas o bixo acabou no mundo inteiro (é, de primeira eu também não tinha acredito na notícia não). Logo, Desejo-de-Natal-Escorrendo-Pelo-Ralo Nº2. Para ser mais singelo, resolvi pedir um Playstation 2. quando fiz o pedido no café da manhã, sorrindo mais que um retardado, minha avó só pousou a xícara na mesa, me deu um olhar frio e mortal e disse “Um vídeo-game?”, eu suei frio, abaixei a cabeça e fiquei reparando em como o café é amargo. Desejo-de-Natal-Escorrendo-Pelo-Ralo Nº3.

Porém, de todos as pré-frustrações natalinas que ando sofrendo, o Desejo-de-Natal-Escorrendo Pelo-Ralo Nº4 foi a pior de todas. Por vários aspectos, não só porque eu não vou ter o que quero, mas porque por um momento eu me resumi a uma pessoa fútil, mesquinha, estilo Paris Hilton e o pior é que nem me arrependo tanto. Apresento-lhes o Caso do Ligth Blue Boliviano. Eu nunca fui vidrado em perfumes, mas existe um em especial, que além de eu considerar a melhor mistura de essências já feita por um viado, opa, quer dizer, um homem, mexe com meu sistema olfativo e bate no meu cérebro causando um efeito perturbador e bastante “despertante” [ui!].

E Samuelzinho, louco pra ter esse perfume, o que faz? Vai pra outro país. Isso mesmo, fui a Bolívia com a missão de encontrar um Light Blue. Diga-se de passagem, um país que esta quase enfrentando uma guerra civil, onde o povo ta tocando fogo na rua e o presidente ta se coçando pra mandar o exército matar pobre no balde. Depois de duas horas rodando e esperando compras de material eletrônico alheio, eu finalmente pude correr atrás do meu tão sonhado perfume. E qual foi minha grande surpresa quando na primeira loja que entro lá esta ele , lindo, esbelto, preso no vidro e dizendo “Me compre, porque eu te amo”. Me achei tão sortudo. Gritei pelo vendedor, ele apareceu todo com cara de nojo. Perguntei quanto era, ele calculou o preço em dólar e o numero q veio fez meus olhos brilharem, esquecendo a figura depressiva daquele boliviano de chapéu de palha na minha frente. R$115 por um Light Blue de 125ml. No Brasil ele ta R$360 por 100ml.

Sem pensar duas vezes e esquecendo até mesmo de barganhar com o boliviano, saquei a carteira e disse “vou levar”, o boliviano tirou o perfume do vidro e eu disse “cartão internacional em dólar, ok?”. E ele “non”. Eu pasmado disse “como assim patrício?”. Ele com cara de nojinho (embora tenha certeza caro leitor que eu estava com muito mais nojo dele) “Non em dólar, só peso ou real”. Mentalmente eu penso “Tomou no cu, não vou negociar meu cartão numa moeda que eu não sei o valor oficial”. Maliciosamente e querendo vingança eu apontei o Light Blue e em seguida voltei pro vidro “Pode guardar de volta então”. O ódio do olhar dele foi mortal, mas o meu também. Quase dava pra ver os raios se cruzando.Tinha meia hora até todas as lojas da Bolívia fecharem. Mas eu não estava triste, pelo contrário, logo compraria meu Light Blue em outra loja.

Mas não tinha. Em canto nenhum. Em loja nenhuma. Na Bolívia inteira, nada de Light Blue. Eu estava com vontade de gritar, de morrer. Onde estava aquele perfume? Engoli o orgulho e voltei com o rabo entre as pernas para o boliviano maldito. Quando entrei na loja ele me deu um olhar do tipo, “oh não, ele de novo”. Apontei para o Light Blue e disse “Vou levar, cartão, em real”. E ele com um suspiro de entediado “Só em peso”. Eu, voltando ao olhar de ódio, “Real”, e ele com cara de puto, “Peso”. Abri minha carteira. Por um momento achei que uma mosca sairia voando de lá, só havia R$50. Olhei para o boliviano e tive que me segurar para não mandar ele tomar no cu.

Sai em silêncio e deixei o último Light Blue de toda a Bolívia para trás. Se Evo Morales invadisse Cobija com seu exército naquele momento eu apontaria para a loja que estava e dizia “Aqui companheiro, temos um comunista aqui. Mata. Mata esse hijo de una putana”. Porque a história mostra que todo governante ditador mata primeiro os comunistas. Não me levem a mal, mas eu levei horas de carro até outro país, tive que aguentar aquela cidade sem muita higiene, com aquele povo nada bonito (e visivelmente sem muita higiene também), para no fim das contas não levar o que eu queria? O mínimo que eu poderia era desejar ele morto, enterrado e com a loja falindo.

Enfim, meu Natal já começou mal. Já não basta que ele não vai ser grande coisa mesmo. To revoltado. Acho que vou gastar minha fortuna de décimo terceiro em doses de Blue Label. Hum, pensando bem, com 50 pilas, eu posso comprar ¾ de uma dose de Blue Label. Acho que não rola. Vamos beber cerveja, que o efeito é quase o mesmo.

16 comentários:

thiago disse...

"despertante" é nova... HAHAHAHA

e é por isso que digo: compre no stand center ou na promocenter. os asiáticos são muito mais educados. HAHAHAHA

fim de ano ruim? veremos... ;)

Veriana Ribeiro disse...

e depois a gente mata e dizem que preconceito.

(se eu soubesse dessa historia antes poderia ter usado como argumento no meu debate sobre a pena de morte, teriamos vencido com certeza)

Manu Falqueto disse...

hehehehehehehehe...
Não esta bom???
Parece ate que vi seu bico...
hehehehehehhehee...
ops...vi mesmo...
hehehehehhehehee...
Mu,amigo, não seja tão impaciente
calma, existem mais perfumes daquele, em janeiro existem mais...
E se a Bolivia entrar em crise
mesmo...apele para seus amigos
se juntarem no seu niver...xp

Sim, Evo Morales, esquerda-ditador-agora-patrocinado-por-estrangeiros...
E sim, vc fala aquilo para o Lula, mas aqueles demagogos-retoricos politicos-senadores, vão trazem esse imposto de volta
pq se não vai faltar não só para
mensalão, valerioduto, desvios como tambem para fingir que constroem algo no país...

p.s.
que comentário foi aquele mesmo???
hehehehehehehehehe....

Danna disse...

Pois é Samuel, meu Natal também não tá muito estrelado não sabe? A minha irmã viajou lá pra Bóli e também se ferrou pq as lojas estavam fechando só tinha uma aberta... E adivinha? Não trouxe nada pra mim. Mas td bem, eu tb não vou dar nada pra ela. Afinal de contas quem deveria me dar uns trocados de vez em quando esquece. Imagino quando eu começar a estagiar ano que vem. Dinheiro na minha mão só se for de brinquedo...

Ah sim, quanto tempo neh? Saudades. Já vi que não deixou o seu dom se perder: parabéns!

XXOO,
Danna

Aleta Dreves disse...

gato não posso te dar um Light Blue mas comprei uma lembrança humilde para que o seu natal não passe vazio ... besos

manuel disse...

uau,deve ser no m�nimo profundo se sentir "despertado".

e continuo n�o gosto dessas datas festivas.

jeronymo artur disse...

é por essas e outras que quero passar meu ano novo embriagado. até um tal de light blue eu to tomando, se deixarem. espírito natalino de merda.

ana helena disse...

"doses de Blue Label. Hum, pensando bem, com 50 pilas, eu posso comprar ¾ de uma dose de Blue Label. Acho que não rola. Vamos beber cerveja, que o efeito é quase o mesmo."
claaaro!!
que blue label o que,bebe cerveja que o resultado é o mesmo...passar vergonha na festa de tão bebado,chamar urubu de meu loro,vomitar pra todo mundo ver,e muita,muita do de cabeça e de conciência no outro dia!!
e viva o álcool!
\o/

Walquíria Raizer disse...

...podia ser pior, o seu nome nos créditos do Documentário Senadinho podia ser ....rsrsrs
Salvo pelo gongo, ou melhor, salvo pela Manu...rsrsrs
Ela (e a Thaisa também) vieram com uma cara do tipo "peloamordedeus"...rsrsrs
O Doc. (Manu, conta pra Thaísa também) foi inscrito em um festival universitário beeeem bacana...E adivinha? O teu nome no crédito esta Samuel Bryan...rsrsrs
beijo, beijo
Feliz Natal pra vc..Já falei um zilhão de vezes mas...amo esse teu texto.
Beijão, wal

/ares disse...

HAUHAUHAU
GRAÇAS A DEUS QUE VOCE NAO COMPROU!!!
haueiuhauieiuaehuiaheiuaheiau
se o que vc viu na loja eh o mesmo que voce colocou como imagem no blog. sinto-le informar, mas esse eh o feminino haueiaheiuaheiuhaheuiae

eu tenho o light blue, o masculino, e ele eh vergonhosamente delicioso!
um dos meus preferidos

da uma olhada no vidro dele masculino

http://www.sacks.com.br/site/produto.asp?id=5179

/ares disse...

MAS FICA A DICA

ve em qq loja de perfume ai
o DAVIDOFF Cool Water

o cheiro dele eh mto parecido com o light blue (eu prefiro alias)
eh meu perfume do dia dia ele
e eh magnifico

sente e ve se vc gosta!

e vantagem!
nao eh tao caro assim!

ve depois me conta oq vc acha!

http://www.sacks.com.br/site/cool_water_masculino.asp

GiselleXL disse...

ah, vai lá na galeria meta e compra um boticário!

=PPP

quando comprar o video game, me chama pra jogarmos Guitar Hero?

é massa, massa!!

junior LimA disse...

como sempre
você é uma comédia.
aaaaah,
compra o video game mesmo po.
quero te dah uma surra no guitarHero.


;*

FOXX disse...

desculpa se tow rindo
mas...
kkkkkkkkkkkkkkkkkk

primeiro jogar o "sabre de luz" na tv

depois sua odisséia pelo no-light blue...

kkkkkkkkkkk

no, pq vc naum consegiu, hermano
kkkkkkkk

Suellen Verçosa disse...

Mu...e eu te falo que o teu consumismo ainda te mata...

Amigo...em tempo de vacas magras, e vc ainda tenta ser elite more...rsrs...

O que te desejo pro próximo ano é que vc vire um rapaz muito rico, faça uma grande descoberta, e ganhe grana ...porque pra esse consumismo...pouco não basta!!!

Ai de mim, pobre mortal estagiária!
Ainda bem que convivo com pouco (tá...isso é um pouco de mentira, sendo eu Mulher)...mas nesse final de ano só comprei 2 sapatos...
=/

xeru Muuuuuu...
Saudades!

Anônimo disse...

É uma pena que ainda existam pessoas que acham que Cobija é "Bolívia", até mesmo pelo fato de só conhecerem Cobija. Meus caros, Cobija NÃO É BOLÍVIA, É O FIM DO MUNDO.

Se algum dia vcs tiverem a grande satisfação de conhecerem ou pelo menos pesquisar um pouco sobre outras cidades bolivianas teria certeza de que seus conceitos sobre “Bolívia” mudariam, ou pelo menos se aproximasse daquilo que é realidade na Bolívia, não em Cobija (o fim do mundo, hahahah).

Em uma das frases do autor percebe-se o desconhecimento sobre a real situação do país:

"um país que esta quase enfrentando uma guerra civil, onde o povo ta tocando fogo na rua e o presidente ta se coçando pra mandar o exército matar pobre no balde."

Só uma correção. O presidente Evo não quer mandar exército matar pobres, ele quer acabar com a classe média e dominante, e dar mais prestígio à classe baixa "índios" (produtores de coca) que é justamente a população de onde ele é nativo. Basta pesquisar... Se informar!